Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

POLIFÔNICOS......

 Com gosto de banda predileta....


 Mais uma das bandas nascidas em Portland com vocação para estremecimento esquelético agudo. UNKNOWN MORTAL ORCHESTRA (já perceberam como existem bandas que estão com o nome atrelado à palavra orquestra????) é um trio que possui em suas notas algumas das inspirações mais paradoxais do cenário.

Quando tudo corre pelo funk dos anos 70 em passagens dançantes que lembram a Sunshine Band ou James Brown, a banda redireciona tudo para o punk garageiro mais sujo e orquestrações que lembram bandas lisérgicas de arena dos anos 80.
Obviamente passando pelas psicodelias marcantes dos verões acidulantes, a banda apresenta uma ressonância que transita bem entre coisas como The Phenomenal Handclap Band e Tame Impala.


 O EP da banda (foto acima), lançado o ano passado e com apenas 300 cópias esgotou rapidamente, mas você ainda pode ouvi-lo na página do bandcamp. Sua próxima banda predileta....