Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

PATROCINADAS PELO POVO.....

Não é uma reedição da Galaxy 500...

STONE DARLINGS

Esse quarteto de meninas poderia ser uma banda qualquer, mas não é. Ou até um conglomerado shoegaziano normal, o que mesmo contendo um pedaço de verdade nas notas, também está longe de ser a única faceta. Mesmo correndo em comparativos paralelos, a banda tem uma malemolência genética que garante uma audição mais cuidadosa de suas claves. Como toda germinação, a Stone Darlings pode parecer crua demais para conter qualquer tipo de aposta, mas o delicado som é inebriante.

O EP de estréia foi um projeto feito em parceria com o site Kickstarter e alcançou sua cota prevista ($ 6.135 dos $6.000 previstos). O que prova dois pontos importantes:
Primeiro que as canções das meninas tem o apelo ventricular certo dentro dos ouvidos humanos, e que o crowdfunding é uma das verdades que vieram para revolucionar a maneira de produzir cultura.

Ouça a sensacional cover de Can You Get To That (Funkadelic) e depois a canção All I Wanna Do. Ambas gratuitas para download.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário