Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

MUDANÇAS DISTORCIDAS

Mudanças de comportamento.

STATE BIRD

Essa banda de Ohio, transmutou seu estilo para algo um pouco mais pesado. De início folkiano para notas que soam muito mais distorcidas e cheias de wezeerianas sementes. Fazer esse tipo de escolha pode destruir o som de uma banda que corre pelas beiradas dentro de uma gravadora independente como a The Record Machine. Mas...

Os riffs ilusoriamente posicionados dentro dos anos 90, dão aquele ar de flanela para as canções. O que não pode deixar de ser notado, afinal de contas esse novo EP da banda (El Granburrito) é tomado por esse tipo de inicativa sonora. Mesmo forçando demais a entrada de peso, o registro não deixa de ser um certo acalento aos ouvidos mais distorcidos.
Ouça o single abaixo....


Nenhum comentário:

Postar um comentário