Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

RIMAS CAÓTICAS

Uma rapper e DJ no blog.
Como assim?????


JASMINE SOLANO.
O ano passado foi especialmente bacana para essa menina nascida na Filadélfia. Quando apresentava o programa de rádio The Secret Spot, em Boston, ganhou o prêmio de personalidade feminina do ano. Mudou-se para Nova Iorke e lançou um single ( That’s Not It), considerado por muitas das edições especializadas como uma das melhores músicas do underground. Com a internet fazendo o papel de divulgação necessário, Jasmine já é considerada uma das surpresas agradáveis no cenário do rap indie. E sim existe uma leva de artistas que não aparecem ( Cool Kids, Rakim, The Clipse and Sean Kingston e por aí) nas mais hypadas ondas do gênero e que fogem do esteriótipo que o rap tem em sua maioria, lá na barackolândia.
O som de Solano é de uma profusão de batidas recicladas de uma época seminal, com absurdos atemporais de um Chemical Brothers cantado em sussurros.
O novo single que se chama POETIC JUSTICE, lembra as primeiras coisas gravadas por M.I.A., antes dela virar uma caçadora de repórteres e teórica na conspiração contra o Google.







Nenhum comentário:

Postar um comentário