Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

O FILHO DO HOMEM

É quase como escrever sobre um músico brazuca...

THE GHOST OF A SABER TOOTH TIGER
Não sei se é pela admiração à Arnaldo Batista, visceralmente colocada no documentário LOKI!, mas escrever sobre Sean Lennon dá uma idéia de que ele pode ser brasileiro.
Mas o filho do homem não é, o talento musical do rapaz sempre veio dos meios mais alternativos possíveis. E esse novo projeto deixa claro que a genética foi bem passada para o herdeiro desse sobrenome que mais parece uma marca d'água de concreto.

Junto com a modelo, atriz ,cantora e namorada Charlotte Kemp Muhl, o músico lançará em outubro desse ano o disco ACOUSTIC SESSIONS. Pela definição do próprio Sean, o projeto tem ecos de Syd Barrett, Simon & Garfunkel e Incredible String Band.
Se depender dos trabalhos anteriores do rapaz, pode-se esperar musicalidades afinadas e com a capacidade de deslocar luzes caleidoscópicas nos cérebros desavisados.

Aqui no GD você escuta JARDIN DU LUXEMBOURG, uma das primeiras canções da dupla.

Jardin du Luxembourg

Nenhum comentário:

Postar um comentário