Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

CALEIDOSCÓPICAS EQUAÇÕES

Se o show do Two Door Cinema Club foi sensacional em Reading esse ano.....

LOOSE TALKS COAST LIVES
A banda também apresentou-se no mesmo festival, talvez sem a mesma catarse que o TDCC, mas nem por isso com menos capacidade de criar explosões sensoriais através dos sons. De alguns meses para cá algo que relembra o rock matemático em menor escala dos Foals parece ter fagocitado os genes de muitas bandas. E o LTCL não é diferente, pois existe dentro do som ecos acelerados de Talking Heads, mesmo que sejam apenas lembranças.

Segue-se uma linha quase nos moldes da africanidade do Vampire Weekend ou Tanlines, mas sempre com os dois pés em algum entrecanto dançante. O que resulta em riffs que não são tão grudentos quanto poderiam e aí reside o que a banda tem de melhor. Talvez essa urgência em mostrar canções com cúmulos de melancolia que quase sempre trovejam em ares giratórios de cores levemente dançantes, seja a face positiva da banda.

Aqui no GD três do quarteto, que foi uma das revelações desse ano na NME.


Wreck Ashore

Gold (DEMO)

Her Art Is Quite Useless (DEMO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário