Quem sou eu

Minha foto

Fábio Navarro escolheu a escrita, pois não havia saída para o que fervia em seu hipotálamo. Desde os tempos onde, morando em um dos últimos círculos do inferno interiorano paulista,aprendeu que até um papel de pão servia como exorcismo. Nascido nos últimos dias de setembro, quando as folhas já não mais florescem. Expelido por entre restilos de cana de açúcar, dentro do ventre de uma cidade do interior, resolveu sair de casa cedo. Tão cedo que por mais que tente regredir o tempo, não consegue.

Mas esconde-se o máximo que pode através de fantasiosas inverdades escritas em papéis ou destiladas em espaços binários.

Fanático varrido por músicas estranhas, escreve sobre elas em dois sites cariocas, além do seu próprio espaço. 
Anarquista de HQ, descrente da profissão biológica e acreditando que Deus na verdade é Andy Kauffman, trabalha em seu segundo livro.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

DICIONÁRIO SUECO LISÉRGICO

Precisa de dicionário????

DUNGENEm 2001 o produtor, vocalista, guitarrista e faz tudo, Gustav Ejstes decidiu que a banda não seria a mesma em todos os discos. Começando pelo idioma, o sueco da mais pura gema. Desde o disco de estréia com o título homônimo, o Dungen sempre entregou-se por completo às experimentações. A primeira tinha lisergia de sobra para preencher tubos de ensaios psicotrópicos por pelos menos duas vidas de Syd Barrett, já em Stadsvandringar, a banda permitiu que os riffs penetrassem de maneira mais sólida, preparando o terreno para Ta DetLugt (o terceiro disco), onde Gustav deixava fluir uma certa maturidade.

Esse terceiro disco, foi o que desencadeou todo o blog à blog para o som da banda. Assim, o quarteto conseguiu passar pelas maldições do quarto e quinto álbuns intacta (Tio Bitar e 4). Agora em 2010 a banda lança
Skit I Allt.
Mas o que esperar desse quarteto???

Nada além de uma coleção de leves hipnoses, cheias de teclados orientados para o mais calmo pop rock experimental. Um lugar onde calmarias sonoras aparentam muito mais do que beleza e sim uma imensa capacidade elevação espiritual, por claves de sol jamais neutras e sempre nervosamente belas.

Ouça o primeiro single do novo trabalho do DUNGEN, Marken Lg Stilla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário